Itatiaia: Primeiro Parque Nacional do Brasil

Atualizado: Mar 18




Foto clássica na placa da Portaria do Parque



Trecho de 3km da Portaria do parque até o Abrigo Rebouças


O Parque Nacional de Itatiaia (PNI) é primeiro parque nacional do Brasil e foi criado em 14 de junho de 1937 pelo então presidente Getúlio Vargas. Localizado no sul dos Estados de Minas Gerais (Alagoas, Itamonte e Bocaina de Minas) e Rio de Janeiro (Resende e Itatiaia), abrange parte da Serra da Mantiqueira e tem extensão de 30 mil hectares. É administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).



Conforme o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) e a Lei 9.985/2000, um parque nacional tem como objetivo básico a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando assim a realização de pesquisas científicas, desenvolvimento de atividades de interpretação ambiental, educação e recreação em contato com a natureza e turismo ecológico.




As formações rochosas do parque, pertencentes ao Maciço Itatiaia, são raras e formadas por nefelina sienito, tipo de rocha alcalina, com variações de altitude entre 600m e 2.791m, ponto culminante, o Pico Agulhas Negras. Em meio à vegetação predominante típica da Mata Atlântica, com parte de floresta ombrófila densa (81,37%) e floresta estacional semidecidual (18,63%) possui herbáceas, bromélias e orquídeas. Ao visitarmos o parque, temos um visual deslumbrante: um retrato perfeito de uma beleza de encher os olhos!



Nascem no parque vários rios que integram a bacia do Rio Paraíba do Sul e do Rio Grande, entre eles destacam-se os rios: Aiuruoca, Marimbondo, Flores, Preto, Maromba e Campo Belo.



O parque é dividido em dois ambientes distintos:


- Parte Baixa, onde se localiza a sede do parque. Seu acesso é feito pela cidade de Itatiaia – RJ, altura do km 316 da Rodovia Presidente Dutra


- Parte Alta, mais frequentado por apaixonados por montanhas e trekkings. Seu acesso é feito pela BR-354: a partir do ponto conhecido como Garganta do Registro, divisa dos Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, são mais 14km de estrada de terra até a portaria do parque.





PRINCIPAIS ATRATIVOS DA PARTE BAIXA


Centro de Visitantes: epicentro de todas as informações do parque


Centro de Visitantes. (Fonte: Tripadvsor)


Cachoeira Itaporani: queda com piscina natural


Cachoeira do Itaporani (Fonte: Parque Nacional do Itatiaia)


Lago Azul: piscina natural do rio Campo Belo, com duas trilhas de acesso, uma com uma escadaria com 120 degraus, e outra com trilha para pessoas com maior dificuldade de locomoção


Lago Azul (Fonte: TripAdvsor)


Piscina do Maromba: grande piscina natural que fica a 1.100m de altitude


Piscina do Maromba (Fonte: Parque Nacional do Itatiaia)


Pedra da Fundação: Marco da fundação do primeiro Parque Nacional do Brasil


Pedra da Fundação (Fonte: Site Penedo.com)


Cachoeira Véu da Noiva: uma das mais lindas quedas d’água do parque


Cachoeira Véu da Noiva (Fonte: Portal Turismo Total)


Mirante do último Adeus: com vista panorâmica do parque, da Serra do Mar e do Vale do Rio Campo Belo.


Vista do Mirante do Último Adeus (Fonte: Parque Nacional do Itatiaia)


Trilha dos Três Picos: trilha íngreme de 7km por dentro da Mata Atlântica com visão do parque, do Vale do Rio Paraíba e da Serra da Mantiqueira.


(Fonte: ICMBio)


PRINCIPAIS ATRATIVOS DA PARTE ALTA


Abrigo Rebouças: abrigo público de montanha mais alto do Brasil, com2.350m. Seu nome homenageia o geólogo André Pinto Rebouças (1838-1898), um dos maiores incentivadores para a criação de parques nacionais.



Abrigo Rebouças (Fonte: Wikimedia Commons Foto: Nando Bomfim)



Morro do Couto: com privilegiada vista de 360 graus do parque, é a oitava maior montanha do Brasil, e o segundo maior do Parque Nacional de Itatiaia (2.680m)



Morro do Couto ao fundo


Cume do Couto


Maciço Prateleiras: formado por blocos que assemelham em seu formato prateleiras, seu cume está a 2.539m de altitude, se fazendo necessário a utilização de equipamentos de escalada e segurança para atingi-lo. Sua Trilha tem início próximo ao final da estrada BR-485 (local até onde se chegou à construção na época).


Base do Prateleiras



Assinando o livro no cume Prateleiras





Próximo ao maciço existem outras formações rochosas como a Pedra da Tartaruga, a Pedra da Maçã e a Pedra Assentada, e diversos lagos.





Maciço Agulhas Negras: principal e o ponto mais elevado do Parque (2.790,94m). O Pico Agulhas Negras é a quinta maior montanha do Brasil. Possui mais de 20 vias de escalada para acesso. É necessário equipamentos de escalada e proteção para alcance do cume.









Cachoeira Aiuruoca: pertence ao Rio Aiuruoca, tem queda de aproximadamente 20m.


Cachoeira Aiuruoca (Fonte: Parque Nacional do Itatiaia)


Asa de Hermes: bloco de pedra com formato semelhante a um losango.


Asa de Hermes (Fonte: Wiklok Foto: Onakatani)


Pedra do Altar: formação rochosa com 2.530m de altitude




Pedra do Altar (Fonte: Picos do Brasil)


Cachoeira das Flores: primeira cachoeira formada no Rio Campo Belo; fica próxima ao Abrigo Rebpuças


Cachoeira das Flores (Arquivo Pessoal)




Pedra do Sino: é o terceiro ponto mais alto do Parque Nacional de Itatiaia, e a nona maior montanha do Brasil (2.670m)


Pedra do Sino ao fundo



Pedra do Sino


Perdi as contas de quantas vezes estive no Parque Nacional do Itatiaia, em sua parte alta!


Sou apaixonada pelo Itatiaia, com sua beleza única!





Subi o Agulhas Negras, a maior montanha do parque, pelo menos umas 4 vezes (mas nunca consegui assinar o livro, haha), por duas o Prateleiras (incluindo um maravilhoso rapel), levei amigos e meu companheiro para conhecer o cume do Morro do Couto, cuja vista alcança 360 graus do parque, visitei as cachoeiras das Flores e Aiuruoca, fiz o Circuito dos 5 lagos, conheci a Pedra do Sino... e não me canso de visitar o parque! Nos casos de ascensão ao Agulhas Negras e o cume Prateleiras, sempre fui acompanhada por uma equipe profissional: em TODAS as vezes, estive com o Rui Barbosa e a Desafio Adventure, cujo profissionalismo recomendo muitíssimo a todos!









Se ainda não conhecem, o que estão esperando?


Aproveitem!


Bibliografia e links úteis:

https://www.gpm.org.br/pt/itatiaia-guia-pratico-do-gpm/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_do_Itatiaia

https://parquedoitatiaia.tur.br/

https://www.icmbio.gov.br/parnaitatiaia/guia-do-visitante/

http://www.wikiparques.org/wiki/Parque_Nacional_do_Itatiaia

https://uc.socioambiental.org/pt-br/arp/992

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo