Principais razões para se conhecer Aiuruoca

Atualizado: há 7 dias


Cachoeira dos Garcias


Aiuruoca é um município do sul de Minas Gerais, que faz parte do circuito Terras Altas da Serra da Mantiqueira, no Parque Estadual da Serra do Papagaio. Localiza-se numa área de transição entre o Planalto de Cruzília, ao norte e a região da Mantiqueira, ao sul. A quase mil metros de altitude, possui inúmeras cachoeiras e picos cujos cumes possuem paisagens exuberantes.


As suas encostas mais elevadas localizam-se no sul: A Mitra do Bispo (2.149 m) é o marco do encontro dos municípios de Aiuruoca, Bocaina de Minas e Alagoa. e ao sudoeste Pico do Bandeira (2.357 m), fica o ponto mais elevado da região. O Pico do Papagaio é a principal formação rochosa da Área de Proteção Ambiental da Serra da Mantiqueira, com 2.100 m de altitude.


Caminho para o Alto do Bandeira (Arquivo Pessoal)


Ronald Colombini, uma grande amigo trilheiro, foi quem me apresentou à este lugar incrível! Com ele, fui à Aiuruoca duas vezes! Depois retornei à trabalho pela Agência Trilhas & Viagens pelo menos mais duas vezes e pela Seven Trips!


Eu e Ronald Colombini, em minha primeira vez em Aiuruoca



Trabalho pela Agência Trilhas & Viagens


Cachoeira Deus me Livre (Arquivo Pessoal)



ORIGEM DO NOME AIURUOCA


Aiuruoca faz parte dos destinos da Estrada Real e foi descoberto pelos colonizadores durante o ciclo do Ouro, em 1694, mas fundado somente em 1706.


O nome do munícipio, Aiuruoca, um trava-língua que faz com que as pessoas se enrolem ao pronunciar, tem origem Tupi - Ajuruoka: Ajuru=papagaio do peito roxo e oka=casa, significando “casa do papagaio de peito roxo”. Segundo o livro "Primeiros Descobridores das Minas do Ouro na Capitania de Minas Gerais" a cidade era o local onde "se aninhavam e se reproduziam os papagaios". Nessa época, as aves eram vistas em grande quantidade e tinham as penas esverdeadas e o peito arrouxeado.


Papagaios Aiurueba, com penagem verde e o peito roxo, que deram origem ao nome da cidade (Fonte: Pousada Recanto das Flores Foto @Will @segredosdeaiuruoca)


Em sânscrito, o município talvez pudessse se chamar Caverna da Luz (Ajur-loka), principalmente levando em consideração ao seu contexto místico. Outros dizem que seu nome significa “terra de Ayuruãs” (indígenas que ali habitavam).


PRINCIPAIS ATRATIVOS DE AIURUOCA


PICO DO PAPAGAIO E CUMES PELO ENTORNO



O Pico do Papagaio é o principal atrativo da região, com 2.100 m de altitude. Suas redondezas, incluem a Pedra Quadrada, Pedra Redonda, Pico do Santuário, Crista do Tamanduá, Alto do Bandeira, Pico do Canjica e Retiro dos Pedros.


Trabalho pela Seven Trips, subida ao Pico do Papagaio - Querido amigo Reinaldo da Luz e minha amiga-irmã Natália Chan, proprietária da agência

A trilha do Pico do Papagaio tem aproximadamente 18 km no total e requer preparo físico, pois possui longos trechos de subida. Entretanto, a vista que temos de seu cume literalmente é um mar de morros surpreendente, com vista de 360° da região.


O Retiro dos Pedros e o Alto do Bandeira são atrativos que possuem mirantes naturais e carregam em seu contexto histórico um corredor de muros que cerca o local, construído por escravos.


Do Alto do Bandeira (2.357 m), ponto mais alto de Aiuruoca, avistamos o Pico Agulhas Negras, Pedra do Picu, Pico do Major, Serra de Carrancas, Pedra Selada, Cachoeira do Fundo, centro de Aiuruoca e outras 17 cidades que somente são vistas à noite.


Nascer do Sol no Pico do Papagaio (Foto: Simone Gambali)


CONHECENDO A REGIÃO


Em 2018, eu, Ronald Colombini e Simone Gambali passamos um final de semana em Aiuruoca e fizemos um circuito que envolvia a Pedra Quadrada, Campo de Poejo, Pico do Papagaio, Tamanduá, Retiro dos Pedros e Alto do Bandeira, descendo pela Cachoeira do Coxo, Cachoeira 3 Marias e seguimos pela estrada até o Abrigo do Batuque, onde deixamos o carro. Acampamos na área de camping próximo ao início da subida do Pico do Papagaio.


Eu, Simone e Ronald com visão da Pedra Quadrada




Parte do muro construído pelos escravos (Arquivo Pessoal)



(Fotos: Arquivo Pessoal)


Pico do Papagaio (Arquivo Pessoal)



VALE DOS GARCIAS


Roteiro com beleza cênica impressionante que inclui cachoeiras, poços e muitas piscinas naturais: o Poço do Joaquim Bernardo, a Cachoeira do Tiziu, Cachoeira da Esperança, Prainha e a Cachoeira dos Garcias.


Cachoeira dos Garcias


A Cachoeira dos Garcias é a mais famosa do vale, com 30 m de queda de águas cristalinas, formada pela junção de 2 ribeirões: uma nascente da região do Retiro dos Pedros e outra no Alto do Cidinho, formando assim o Ribeirão do Papagaio, que deságua no Rio Aiuruoca. Junto à cachoeira fica o restaurante do simpático casal Garcia, com vista panorâmica do local e onde servem saboroso café da manhã e refeições.





(Arquivo Pessoal)


VALE DO MATUTU


Caminho para a Cachoeira do Fundão (Arquivo Pessoal)


O vale do Matutu é uma área de Proteção Ambiental (APA) e é considerado pela UNESCO como Zona Núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Segundo os indígenas que habitavam a região, matutu significa "cabeceira sagrada" ou "nascentes de rios". E é bem lá no fundo do vale que se localiza sua principal cachoeira: a Cachoeira do Fundão, a maior de Aiuruoca, com 130 m. O povoado fica a 18 km do centro de Aiuruoca, com cerca de 19 propriedades, com muitas pousadas e campings.





Cachoeira do Fundão (Arquivo Pessoal)


No vale do Matutu encontramos o Casarão, sede da Associação dos Moradores e Amigos do Matutu. Construído em 1904, é um Patrimônio Histórico de Aiuruoca.


O Casarão (Arquivo Pessoal)



Em seu caminho encontramos o poço dos Macacos, com duchas em meio às pedras, a Cachoeira Deus-me-livre, com três quedas de 15 m e muitas piscinas naturais, Cachoeira das Fadas, de muito fácil acesso, Cachoeira do Batuque, com queda de aproximadamente 25 m, córrego do Isidoro, onde é possível a prática de cascading (rapel na cachoeira) e o Poço do Joaquim Bernardo.


Poço dos Macacos (Fonte: 123 Milhas)


Cachoeira do Batuque


LADO MÍSTICO DE AIURUOCA


O município de Aiuruoca também possui um lado místico e esotérico: o Vale do Matutu é bastante conhecido e procurado por suas comunidade alternativas, praticantes de ioga mística, adeptos do Santo Daime e todos aqueles que buscam conhecimento espiritual para evolução. O contato e o convívio com a natureza local é cenário ideal para tudo isso!


Placa que encontramos sentido Cachoeira do Fundão.

Anahata: chakra central ou "lótus do coração”, que equilibra e distribui o prana entre os outros chakras. O mediador. (Fonte: Sukhayoga)


Místicos e espirituais afirmam que o município possui muitas rochas locais que emanam poderosa energia, como no caso de São Tomé das Letras e Alto Paraíso de Goiás.


O carnaval em Aiuruoca é antecipado justamente para que, no reinado de Momo, ocorra um grande encontro esotérico e espiritual, com palestras, vivências, meditação e dedicação à preservação de rios e bosques, combatendo a ação de caçadores e lenhadores.


Aiuruoca é considerada uma das 7 Cidades Sagradas da Sociedade Brasileira da Eubiose (SBE), uma sociedade de estudos esotéricos e ocultistas, que mantém um templo na cidade, ao lado de Pouso Alto, Maria da Fé, Itanhandu, Conceição do Rio Verde e São Tomé das Letras, compondo o Sistema Geográfico Sul Mineiro. A SBE associa à tônica de cura através da Medicina Teúrgica ou Medicina Divina e a vibração energética de Aiuruoca ao planeta Saturno. Essa sociedade possui um excelente trabalho na pesquisa de ervas medicinais.


Sede da Sociedade Brasileira da Eubiose (SBE)

(Fonte: World Orgs)


Existe também uma simbiose de Aiuruoca com a cidade sagrada de Sri Nagar na Índia. Pela crença, as vibrações dessas cidades são expandidas para todo o mundo.


Outro lado místico do município diz respeito às histórias de aparição de OVNIS (Objetos Voadores Não Identificados), relatada por nativos e visitantes.



CULTURA E PRODUTOS TÍPICOS


Na cultura aiuruocana, ressalta-se a Igreja Matriz (Paróquia Nossa Senhora da Conceição, fundada em 1717)), o Museu Municipal Doutor Júlio Arantes Sanderson de Queirós, as festas religiosas, destacando-se a Semana Santa de Aiuruoca celebrada desde o início da Comunidade, reestruturada desde 1726 e é tombada como patrimônio histórico municipal em novembro de 2010.


Igreja Matriz - Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Fonte Wikipédia Foto: Geraldo Vilger)


Produtos famosos de Aiuruoca são: o Azeite Olibi, a cachaça Tiê e os pratos variados feitos nos estabelecimentos da região à base de cogumelos (ou shimejis), devido aos bons fornecedores no município.


Aiuruoca possui ótimos fornecedores de cogumelos e shitakes

(Fonte: Tribuna de Minas)


Deu vontade de conhecer esse fantástico lugar?


Escolha uma de suas aconchegantes pousadas e marque sua viagem!





BIBLIOGRAFIA E LINKS INTERESSANTES:


https://aiuruoca.mg.gov.br/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Aiuruoca

https://www.tripadvisor.com.br/Attractions-g2578085-Activities-Aiuruoca_State_of_Minas_Gerais.html

https://www.minasgerais.com.br/pt/atracoes/baependi/retiro-dos-pedros

https://www.feriasbrasil.com.br/mg/aiuruoca/

https://www.otempo.com.br/turismo/misterios-do-vale-do-matutu-1.578933

https://oglobo.globo.com/boa-viagem/cantinho-zen-mistico-rustico-no-sul-de-minas-2989041

https://www1.folha.uol.com.br/fsp/1995/3/19/cotidiano/21.html

https://segredosdeaiuruoca.wordpress.com/category/atrativos-naturais/

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/turismo/brasil/rochas-e-extraterrestres-atraem-turistas-para-cidades-esotericas,12081675d4237310VgnCLD100000bbcceb0aRCRD.html

https://www.olibi.com.br/

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/turismo/brasil/rochas-e-extraterrestres-atraem-turistas-para-cidades-esotericas,12081675d4237310VgnCLD100000bbcceb0aRCRD.html

https://www.aiuruocaminas.com.br/igrejas-de-aiuruoca

https://www.guiadasemana.com.br/viagens-nacionais/galeria/destinos-misticos-incriveis-para-conhecer-no-brasil

https://www.conhecaminas.com/2018/09/cidades-misticas-mineiras-atraem.html

https://www.acessa.com/turismo/arquivo/turistar/2015/05/21-vale-do-matutu/

http://www.diocesedacampanha.org.br/portal/index.php/noticias/noticias-foranias-arquivo/1406-paroquia-nossa-senhora-da-conceicao-de-aiuruoca-mg-comemora-301-anos-um-pouco-da-historia

https://floraisdaconsciencia.com.br/sobre-aiuruoca/

https://turismodeminas.com.br/o_que_fazer/cidades-mineiras-misticas/

https://www.aiuruocaminas.com.br/un-portfolio/cachoeira-do-isidoro

https://www.segredosdeaiuruoca.com.br/2018/11/14/cachoeira-do-batuque/

http://www.ief.mg.gov.br/noticias/2408-parque-estadual-da-serra-do-papagaio-cria-ferramenta-para-controle-de-visitacao

http://www.ief.mg.gov.br/component/content/article/211-parque-estadual-da-serra-do-papagaio



15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo